(67) 3222-8610
Rua Alagoas , 94, Campo Grande - MS

Blog Saúde do Homem

Vasectomia: O que é e como funciona o procedimento?| postado em: 08/31/18

Neste artigo vamos falar sobre a vasectomia, uma intervenção cirúrgica simples e também, a mais indicada como método contraceptivo a longo prazo. Porém, apesar de ser uma simples e rápida, a intervenção é cercado dúvidas, principalmente na qualidade de vida do homem no pós operatório.

 

Pensando nisso, separamos as principais dúvidas sobre o assunto e vamos falar sobre elas aqui neste artigo:

 

Existe algum pré-requisito?

 

A vasectomia pode ser feita pelo SUS, porém, o homem precisa ter idade superior a 35 anos e, pelo menos, dois filhos.

 

A recuperação é dolorosa?

 

O procedimento cirúrgico da vasectomia, realizado pelo médico urologista, é simples, mas o corte feito nos canais pode provocar inflamação, deixando a região mais sensível, provocando uma sensação dolorosa ao caminhar ou sentar, porém isso é só nos primeiros dias.

 

Com o passar do tempo a dor vai diminuindo, e depois de 2 a 3 dias já é possível voltar às atividades normais do dia-a-dia. Já o contato íntimo só deve ser iniciado após 1 semana para garantir que a cicatrização seja adequada.

 

Quanto tempo demora para fazer efeito?

 

Nos primeiros 3 meses após a cirurgia, é aconselhado utilizar outros métodos contraceptivos, pois, embora os efeitos da vasectomia  sejam imediatos, ainda podem restar alguns espermatozóides dentro dos canais, possibilitando uma eventual gravidez.

 

Em média são necessárias até 20 ejaculações para garantir que todos os espermatozóides foram eliminados. Uma dica caso tenha alguma dúvida, é fazer um exame de contagem de espermatozóides para garantir que já foram completamente eliminados.

 
É possível reverter a vasectomia?
 

Em alguns casos existe a possibilidade de reversão através da ligação dos canais deferentes, mas as chances de sucesso variam de acordo com o tempo que passou desde a cirurgia.

 

Isso ocorre porque o corpo para de produzir espermatozóides e começa a produzir anti-corpos que eliminam os espermatozóides produzidos.

 

Ou seja, mesmo que o corpo volte a produzir espermatozóides, eles podem não ser férteis, dificultando a gravidez.

 

Portanto, a vasectomia é um procedimento que deve ser utilizado quando o casal tem total certeza de que não pretende mais ter filhos, pois a chance de não ser reversível são altas.

 

Existe risco de impotência?

 

O risco é muito baixo, pois a vasectomia é feita nos canais deferentes que se localizam dentro do escroto, não afetando o pênis. Porém, nas primeiras semana, alguns homens podem sofrer com ansiedade, pois a região genital ainda está dolorida, dificultando a ereção.

 

Lembrando que você pode agendar a sua consulta diretamente pelo site do Dr. Henrique Coelho clicando aqui

 

Mais notícias

$limit = 0;
Disfunção erétil
Neste artigo vou falar sobre a disfunção erétil, popularmente conhecida como impotência sexual, um assunto que ainda é tratado como tabu, tanto para homens como para mulheres, e por esse motivo...Leia mais
Primeira Cirurgia por Vídeo realizada no Hospital de Sidrolândia foi um sucesso
Moderna Técnica cirúrgica realizada pelo Dr. George Nakasima e Dr. Henrique Coelho chega ao Hospital Elmíria Silvério Barbosa em Sidrolândia – MSLeia mais